domingo, 30 de maio de 2010

PARTILHO UM POEMA QUE FIZ AOS 19 ANOS, A PARTIR DE UM VERSO FLORBELA ESPANCA* BOM FINAL DE SEMANA*









PARTILHO COM TODOS UM POEMA QUE FIZ AOS 19 ANOS, A PARTIR DE UM VERSO DE FLORBELA ESPANCA* BOM FINAL DE SEMANA.

Mote: “QUE ME SAIBA PERDER... PRA ME ENCONTRAR”
(
Florbela Espanca
)
“What is this thing called love? What? Is this thing called love? What is this thing called love? Love.”
(
Cole Porter
)

® Renata Cordeiro 1982

Lágrimas verdes a transbordar
Mar, Amor, Amar.
Que me saiba perder... pra me encontrar.

Nau etérea a navegar,
Ar, Areia, Arejar.
Que me saiba perder... pra me encontrar.

No azul, sol a brilhar,
Lua, Lume, Luminar.
Que me saiba perder... pra me encontrar.

Busca incessante sem findar,
Remar, Remanso, Rematar.
Que me saiba perder... pra me encontrar.

Querer, querida, querelar,
Vencer, Vencida, Vacilar.
Que me saiba perder... pra me encontrar.

Mel da vida a lambuzar,
Seiva a Sede Saciar.
Que me saiba perder... pra me encontrar.

Pão bendito a fartar,
Suave Seara Semear.
Que me saiba perder... pra me encontrar.

Céu e mar no horizonte a se abraçar,
Em porto seguro ancorar.
Que me saiba perder... pra te encontrar.





3 comentários:

Machado de Carlos disse...

Não sei mais o que dizer! Já roubei a sua foto e degustei os frutos do seu poema!

Belíssimo!

Olhos de mel disse...

Que lindo, querida Renata! Que Deus tenha lhe permitido um reencontro com você mesma, encantador! E assim sempre seja, a cada vez que precisar se perder de si mesma.
Boa semana! Beijos

Luciana disse...

Oi Rê
Que lindo quanta isnpiração para escrever algo tão suave e doce parabéns amiga sucesso sempre
Bjs