sexta-feira, 22 de outubro de 2010

POEIRA NO VENTO





POEIRA NO VENTO


Kansas


Eu fecho os olhos

Só por um momento e o momento se esvai.

Todos os meus sonhos

Passam diante dos meus olhos, simples curiosidade.

Poeira no vento

Tudo o que são é poeira no vento.


A mesma velha canção


Só uma gota d’ água no oceano infinito.

Tudo o que fazemos

Desintegra-se à terra, embora nos recusemos a vê-lo.

Poeira no vento

Tudo o que somos é poeira no vento.

Não fique parado


Nada dura para sempre, só o céu e a terra.

Isso vai embora

Nosso dinheiro não vai comprar outro minuto.

Poeira no vento

Tudo o que somos é poeira no vento


Poeira no vento


Tudo é poeira no vento!


Tudo é poeira no vento.





2 comentários:

Daniel Costa disse...

Querida Rê

De facto tudo é poeira! Porém devemos viver cada momento hoje, como de não houvesse amanhã. A vida pode ser bela enquanto dura. Torná-la pura.
Tudo +e poeiraq no caminho, lemos mas temos o direito, de não querer ver assim.
Beijos de ternura

O gerente disse...

Talvez seja essa uma das canções mais belas que ja ouvi. Beijos Re!!