sábado, 12 de abril de 2014

FRIDA KAHLO


AUTO-RETRATO COM COLAR DE ESPINHOS
AUTO-RETRATO COM VESTIDO DE VELUDO
SUICÍDIO DE DOROTY HALE
AUTO-RETRATO COM RETRATO DO DOUTOR FARILL
AUTO-RETRATO
COLUNA QUEBRADA

POEMA DE FRIDA KAHLO
 
Eu sou diferente 
Alguns dizem, estranha 
digo que inspirar-me em minhas dores
nem sempre é um bom motivo 
como os outros 
a vida nunca é um bom motivo
a realidade não é a mesma para mim
os macacos andam os gatos ronronan
os pássaros cantam
espinhos me apertam o coração
sangrar
dor
eles não me conhecem
e posso ver mais do que lágrimas

Tradução de Renata Cordeiro
 
Ps: A VIDA = O AMOR, É O MOTIVO!
***