sexta-feira, 2 de maio de 2014

TRÊS CANÇÕES MORTAS III



TRÊS CANÇÕES MORTAS

III

Amas-me? É algo sonhado,
Não por amor...
Um nada... O amor realizado
É só dor.

Faz de mim o teu amante,
Não quem eu sou.
O dia, se lindo o sonhou,
É radiante.

Seja eu triste ou feio – é o negror...
E essa sombria
Estada, é para que o dia
Te dê frescor.

Fernando Pessoa (1888-1935)

Traduzido do original francês por Renata Cordeiro