quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Essas que foram só pompa e alegria,



Essas que foram só pompa e alegria,
despertando bem cedo na alvorada,
serão à tarde em vão mui lastimadas,
dormindo em braços de uma noite fria.

Esse matiz que o céu já desafia,
arco-íris de cor rubra, alva e dourada,
será troça da vida humanizada:
tanto se faz ao término de um dia!

A florescer as rosas madrugaram
e para envelhecer desabrocharam;
berço e tumba em botão só encontraram.

Assim aos homens tais sinas chegaram:
num dia eles nasceram e expiraram;
e foram simples horas que passaram.

PEDRO CALDERÓN DE LA BARCA (1600-1681)
Tradução de Renata Cordeiro