terça-feira, 29 de março de 2016

O AMOR É MESMO O PARAÍSO!

O AMOR É MESMO O PARAÍSO!

O amor não é um lugar desconhecido. Não é de todo um lugar comum. O amor é um lugar familiar. É um bom lugar. Um lugar onde é sempre gostoso voltar. Mesmo que já tenhamos sido felizes lá. Mesmo que tenhamos deixado de ser. O amor é um lugar onde cabe mais um. Onde cabem todos. Os amores. Onde às vezes não cabe mais ninguém. Um lugar onde é gostoso dançar, onde é gostoso tirar a roupa, o sapato, onde é gostoso cantar bem alto, bem baixo, sei lá. O amor é um lugar onde nos sentimos bem. Conosco e com os outros. Um lugar onde nos damos. Onde sofremos. Sozinhos. Acompanhados. Um lugar onde rimos, onde os olhos brilham, onde nos inflamamos. O amor é um lugar quente. Onde choramos. Onde nos faltam as forças e nos encorajamos. Onde tudo parece interminável. Inquestionável. Irrepetitível. Onde tudo começa. Onde tudo faz sentido. O amor é um lugar inconfundível. Cheira a amor. Nesse lugar. É o lugar onde fazemos amor. E onde só o amor entra. Um lugar pouco iluminado. Onde os cabelos se desalinham e se borra a maquiagem. Onde é bom abrir as janelas. Deixar entrar o sol. Um lugar que conhecemos de olhos fechados. Que tateamos. Onde nos orientamos. Onde nos perdemos. Um lugar onde chegamos e nos sentimos em casa. Onde nos servem o prato favorito, onde não nos perguntam o que vamos beber. Um lugar onde se misturam todas as cores, perfumes, sabores. Onde nos sentimos. Ora seguros. Ora desamparados. Um lugar onde se dão palavras, gestos, gozos. Onde se cruzam olhares. Um lugar onde sorrimos. Onde tudo parece acontecer sempre pela primeira vez. E pela última. O lugar onde voltamos, onde voltaremos sempre a nos encontrar. O amor é mesmo o Paraíso!
by Renata Cordeiro


Открытка Любовь